<< current
   
 
   
 
  Euhein
A Teus pes
Amarar
Alexander Soares Silva
Blowg
Bia!
Bordeaux!
Boneca
Aurea
Cora
Colega!
Catarro verde!
carbonmonoxide>
Classe média!
Cris
CrisdeLuca
Cesar
Drispaca
Dedo de moça
Duas Fridas
Uma Dama nao comenta
Estacao Virtual
Escarlates
Fazendo gênero
Doa a quem doer
Faker Fakir
Espirito de Porco
Foto do dia
Pipa
Duas Fridas
Drops da fal
Digestivo cultural
Fotolog da Patty
Fotolog da Angela
Ilustra!
Full giu!
Kaleidoscópio
Luisa
Funny
Bloggi
LBF
Mothern
MalGardee
Maldita Juliana
mais eu, mais juju, mais patty
Mau humor
MIIII & LUUUUU
Marcio
mais canela!!!
Muitas de mim
Pura Goiaba!
mundo perfeito
Nervocalm
no mínimo
Praia
Romaaaaaaaa!!!!!
Reorganizer
salón
subirbia
Tempo Imaginario
Vita Brevis
Uh Baby!
o relicário
Roma e Amigos
Um Belo Dia Resolvi Mudar
arte bhz
talepatty
Torpor
marquinhos
Tattoos
Vertigem
Zel
walkwoman
   
 
  Cow Parade

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

blogger


   

quarta-feira, novembro 30, 2005

e todos juntos, no ritmo da Marina, junto com o Sepulveda?

Um homem pra chamar Dirceu, mesmo que seja eu!!

::Angela F.::




terça-feira, novembro 29, 2005

Eu correndo. Uma pessoa do MRE me para no corredor. Ângela, hoje tem festa aqui no Ministério para comemorar o dia da amizade Brasil Argentina, é importante sua presença. Eu, de saco cheio: ué. Agora somos amigos da Argentina?! Isso deveria ter sido notificado oficialmente. A nossa posição mudou?
A dona fecha a cara. E eu sigo meu rumo.
Decididamente não tenho vocação para a diplomacia. pfffff

::Ângela F.::




segunda-feira, novembro 28, 2005

e grao? coisa mais bonita de se ouvir. e o coracao, que sofre de saudade? olha, Ju. mais bonita do mundo brasilia nao da pra ser nao. quando ta na seca e o por do sol do cerrado assusta de tao bonito e o ceu, que no meu entender me oprime, ainda va la, mas o ceu daqui parece um cobertor, aquele lance do truman show, sei la, a imponencia desse ceu me da um medo, me da vontade de ficar numa varanda de madeira, ver montanhas, estar em minas, aconchegada. Aconchego, em brasilia? deve ter numa super quadra que eu ainda nao conheci. Mas patty, tem sim coisa que presta. as pessoas. algumas, que aqui eh a maior concentracao de canalhas por km quadrado do planeta. mas algumas bem boas tao aqui. tem o beirute, a vista do lago da minha casa. tem reuniao com o ministro, tem a quadra diferente na asa norte com um teatro alternativo, tem o cine brasilia, tem rotatoria florida. e tem o coracao com saudade que quando ouve essas musicas do chefe fica apertadinho.

::Angela F.::




Deixar Você

Deixar você ir
Não vai ser bom, não vai ser
Bom pra você, nem melhor pra mim
Pensar que é só
Deixar de ver e acabou
Vai acabar muito pior
Pra que mentir e
Fingir que o horizonte
Termina ali defronte
E a ponte acaba aqui?
Vamos seguir
Reinventar o espaço
Juntos manter o passo
Não ter cansaço
Não crer no fim
O fim do amor, oh, não
Alguma dor, talvez sim
Que a luz nasce na escuridão

do meu chefe, Gil

::Angela F.::




Atlético minêro na segunda divisão?
Até eu que sou Cruzêro tô assim...BEEEGE!


::Patty, que quase teve um troço com o tanto de fogos que soltaram aqui na rua::




faz sol na cidade mais linda do mundo.
um tombo. eu mergulhei no concreto como se fosse uma piscina olímpica. bunda de fora. óculos que voam. filho com febre dá topada na cabeça. emergência. raio X. harry potter dando medo. encontro com ex. aliás, com alguns ex. quem manda namorar tanto, mulé? dá nisso. ciúme. bife a milanesa bom. avião que não pousa. cai em brasília. discussão de relação pelo telefone. o sanduíche que fez as vezes de almoço veio meio congelado.
e chove na cidade mais feia do mundo.


::Ângela F.::




domingo, novembro 27, 2005




O disco da minha juventude foi esse. Breakfast in America, do Supertramp. Meu LP mais ouvido, mais usado, mais bem cuidado. O encarte mil vezes manuseado. As letras todas decoradas. Minhas músicas preferidas. Um dia eles vieram pro Rio. E eu vi. Uáááá!!! Eu ouvi, da boca do Roger Hogdson bem ali na minha frente:
When I was young
It seemed that life was so wonderful
A miracle, oh it was beautiful, magical
And all the birds in the trees
Well they'd be singing so happily
Oh joyfully, oh playfully watching me
But then they sent me away
To teach me how to be sensible
Logical, oh responsible, practical
And they showed me a world
Where I could be so dependable
Oh clinical, oh intellectual, cynical

Uááááá!!!

...Flá




sexta-feira, novembro 25, 2005

vc sai da Biblioteca Nacional e suas altas rodas, passa pelo palácio Capanema, tem reunião emoldurada pelo portinari, sai para comprar uma coca cola e dá de cara com o concurso de Rei Momo cheio de mulatas vestidas de dourado na Cinelândia. Se isso não é diversidade cultural, eu não sei mais o que é. ;)

::Ângela F.::




E dá pra ser triste nessa vida?
Olhem só as amigas que tenho:




Aninha Boogie, a grávida mais glam de todos os tempos.



Dolly Piercing arrasando no pocket show by Madonna

Minha vida é um palco iluminado. Com várias estrelinhas fazendo performance....

::Patty e a deliciosa leveza dos seres::




quinta-feira, novembro 24, 2005



A PLACE
WHERE NOBODY DARED TO GO
THE LOVE THAT WE CAME TO KNOW
THEY CALLED IT XANADU
AND NOW
OPEN YOUR EYES AND SEE
WHAT WE HAVE MADE IS REAL
WE ARE IN XANADU

A MILLION LIGHTS ARE DANCING AND THERE YOU ARE A SHOOTING STAR
AN EVERLASING WORLD AND YOUR HERE WITH ME ETERNALLY

XANADU, XANADU (NOW WE ARE HERE) IN XANADU
XANADU, XANADU (NOW WE ARE HERE) IN XANADU

XANADU YOUR NEON LIGHTS WILL SHINE
FOR YOU XANADU

THE LOVE
THE ECHOS OF LONG AGO
YOU NEEDED THE WORLD TO KNOW
THEY ARE IN XANADU
THE DREAM
THAT CAME THROUGH A MILLION YEARS
THAT LIVED ON THROUGH ALL THE TEARS
IT CAME TO XANADU

A MILLION LIGHTS ARE DANCING AND THERE YOU ARE A SHOOTING STAR
AN EVERLASING WORLD AND YOUR HERE WITH ME ETERNALLY

XANADU, XANADU (NOW WE ARE HERE) IN XANADU
XANADU, XANADU (NOW WE ARE HERE) IN XANADU

NOW THAT I'M HERE NOW THAT YOUR NEAR
IN XANADU
NOW THAT I'M HERE NOW THAT YOUR NEAR
IN XAANAADUU, XANADUUUUUUUUU

::Patty, num momento good times::




quarta-feira, novembro 23, 2005

olha, eu as vezes vejo o contador do blog, que lista, entre outras gracitas, as pesquisas que remeteram leitores para o bloggete. É o melhor dos remédios para dar uma risada daquelas altas, que vc mostra os dentes. quer ver?


sou virgem mas dou o cu fotolog


espírito chamado thum


planejamento de uma loja de sapato


Num é de babar de rir?

::Ângela F.::







O marido saindo do São João Batista:
"É tão bom sair daqui andando..."
hohoho
humor negro, nós?!? queilsson...

...Flá






Serra da Moeda/MG + confissões de uma tolinha

No topo do mundo fui feliz
No topo do mundo o vento bate na cara trazendo cheiro de flores e cheiros de Minas (sim, percebam que sou louca por minha terra de sombras).
No topo do mundo ele disse coisas que a gente só conta pra quem gosta e confia.
Eu acreditei naqueles olhos cor de mar. Olhos luminosos cor de mar, cabelos pretos bons de pegar, conversas sobre o que os livros contam e eu não sabia.
Eu, apaixonada que sou por cores, por quem sabe de livros e por quem pega na minha mão, me derreti de encantamento.
E me senti a rainha do mundo de tanta paixão.
No topo do mundo eu fui feliz demais, sim.
Por um dia.
E outro dia, dois ou três dias depois mesmo já estando no meu quarto e no meu chão, eu rolei lá de cima, ladeira abaixo, como uma heroina do maior dos dramalhões. Eu e meu vestido de rainha das ilusões, enfeitado com flores de papel crepom, custurado com frágeis linhas de seda, eu e minha coroa de latão e pedra de vidro, eu e minha tolice, eu e minha idiota mania de achar que as pessoas estão sempre falando a verdade...o tempo todo.
Restos de vestido rasgado foram vistos enfeitando arbustos e depois foram levados pra sempre pelo vento...
Quisera eu ser alguém menos coração enorme e destrancado.
Quisera eu ter menos sentimento por tudo que há na vida.
Mais fria, mais rude, mais dissimulada, menos crente.
Menos artista e menos idiota.

::Patty, que se vivesse nos tempos dos poetas antigos já tinha morrido de tuberculose, a doença dos melancólicos::




o advogadão fala pra mim: olha, só de minuto de silêncio eu já tenho umas duas horas acumuladas.

::Ângela F.::




terça-feira, novembro 22, 2005

tem gente q tem traumas. não. TODO mundo tem trauma. sei lá, de ser baixo demais, alto demais, feio demais, burro demais, inteligente demais, bonito demais. uquê? cês num sabiam que isso tb dá creca? eu mesma já tive vergonha de me achar inteligente. resolvi o trauma. hj em dia me acho mei burra. rararara, mentira, resolvi assim não, foi achando que isso eh bom mesmo. mas enfim. a pessoa aqui tem trauma de amigo oculto. coisa do jardim de infância. eu fui esquecida pelo escroto feio sujo que suava da turma, um menino que nunca foi imberbe, ja nasceu peludo e barbudo - pelo menos na minha memória. enfim, ele me tirou e nao levou o presente e só deu depois, um boneco feio, sei lá, eu acho que deu depois.
depois que vc vira adulto, amigo oculto serve para humilhar. e só. vc tira o almeida do depê e a dona marisa da contabilidade te tira e vc recebe coisas que não quer receber (ou exatamente aquilo que pediu) e batalha num shópi lotado e inflacionado presente prum cara que vc detesta. mas tá. vc cede e acaba entrando. beleza. uns amigos organizam um amigo oculto on line. vc vira motivo de chacota por anooooos a fio pq vc num entra, mesmo explicando q vc tem trauma. mas vc um dia pensa. ora, angela, supere essa fase. vc está velha, tudo vai funcionar agora. beleza.
eu tenho, a partir de então, dormido com a certeza que serei esquedida. ou comprarei um presente caro demais ou barato demais para o que posso ganhar (caso seja lembrada). e lógico. tiro a pessoa que nao conheço. que não tem perfil em lugar algum. fudeu. vou ter que voltar pra terapia. e pior, apooosto que tem umas meninas rindo ao ler isso agora :)

::Ângela F.::




O menino vê na tevê o tal do Gabrielzinho de sei lá de onde e me pergunta:
"Esse menino não é cego?"
"É."
"Então pra quê que ele usa óculos de grau?"
"?"

...Flá




eu escrevi que uma conquista seria constância. eu sei lá como eh para vcs, mas eu sou um eletrocardiograma de um múltiplo enfartado.
não, não sou bipolar, mas suspeito que talvez sofra levemente de dispersão grave. Agora as crianças todas sofrem de déficit de atenção, né? Será que eu tb?
Aliás, tenho um ponto. eu acho isso engraçado (engraçado nada, acho terrível) é só colocar nome que todo mundo começa a ter. Vcs se lembram da sindrome do pânico. Todo mundo tem medo de ser assaltado ou de passar vergonha ou ter uma creca na rua. lógico. de repente colocam um nome para isso e malandramente a indústria farmacêutica lança um remédio do cacete para isso e pá. Todo mundo no final dos anos 90 teve a tal síndrome. Tá, saber que não é só vc que sente uma coisa dá uma humanidade dos diabos, mas ora bolas. e a época que todo mundo ficou bipolar? com a nova síndrome, todas as crianças precisam tomar o tal hormônio - arrã, legal, neam? -para parar de brincar com 4 coisas ao mesmo tempo? Por que elas deveriam parar, aliás?
eu sou incostante. sou mesmo. encho o saco das paradas, paro de prestar atenção no meio de conversas, penso em 16 coisas ao mesmo tempo e abro sei lá quantas janelas juntas, começo coisa que num acabo nunca, acabo coisa que num fui eu que comecei, tenho fases de preguiça imensa com o mundo, fases de arrumação obsessiva, e sabem duma coisa? Isso não tem nome de síndrome alguma. ou se tem é aquele nome que inventei acima. não, não é isso não.
Isso é ser eu.

::Ângela F., certa que tem um mooooonte de gente igualzinha por aí::




segunda-feira, novembro 21, 2005

Se fosse uma flor - maria sem vergonha do alto da boa vista
Se fosse um brinquedo - lego
Se fosse um mês - dezembro
Se fosse uma brincadeira - queimado
Se fosse uma música - Don't Let Me Be Misunderstood
Se fosse uma nota musical - sol
Se fosse uma cor - azul
Se fosse um filme - Anjo exterminador
Se fosse um feriado - ano novo
Se fosse uma comida - aipim
Se fosse uma bebida - cerveja gelada
Se fosse um disco - saltimbancos
Se fosse uma maquiagem - curvex conta?
Se fosse um dia da semana - sabadao
Se fosse um periférico do PC - mouse sem fio.
Se fosse um doce - goiabada
Se fosse um programa de tv - seinfield
Se fosse um cômodo da casa - uma mesa, farta
Se fosse um instrumento - ops, um prato
Se fosse um objeto - uma caneca
Se fosse uma árvore - mangueira em janeiro
Se fosse uma fruta - manga
Se fosse uma paisagem - a janela da casa do meu namorado, o pao de acucar e a baia de guanabara, com umas favelinhas ao redor.
Se fosse um bicho - ei, eu sou um bicho
Se fosse um lugar - o rio de janeiro em janeiro
Se fosse uma estação do ano - primavera, mas daquelas que chove
Se fosse uma frase feita - so stress
Se fosse uma peça de roupa - camisa branca
Se fosse um elemento da natureza - toro
Se fosse um objeto motorizado - uno mille
Se fosse um aparelho eletrônico - celular
Se fosse uma pessoa da sua família - eu mesma
Se fosse um sentimento - arroubo. para o bem e para o mal
Se fosse um perfume - queria ser de grama recem cortada, mas acho mesmo que meu cheiro eh de cloro de piscina olimpica.
Se fosse um livro - todos?
Se fosse uma conquista - constancia
Se fosse uma parte do corpo - olhos miopes
Se fosse uma pedra - as de quartzo que meu filho coleciona
Se fosse uma dúvida - onde estao meus oculoooooooooooooooooooos?
Se fosse uma marca - lojas americanas
Se fosse um eletrodoméstico - maquina de lavar, literalmente
Se fosse um jogo - xadrez

::Angela F.::




sexta-feira, novembro 18, 2005

ÊEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE! Adorei! Vou fazer também!

Se fosse uma flor - rosa colombiana
Se fosse um brinquedo - boneca perua
Se fosse um mês - outubro
Se fosse uma brincadeira - ciranda
Se fosse uma música - dancing queen
Se fosse uma nota musical - cada dia uma
Se fosse uma cor - pink
Se fosse um filme - Flashdance
Se fosse um feriado - dia das crianças ou de nossinhora aparecida
Se fosse uma comida - salada de frutas
Se fosse uma bebida - Champanhe!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Se fosse um disco - algum do Abba
Se fosse uma maquiagem - sombra furta cor
Se fosse um dia da semana - sábado, sábado, sábado!!
Se fosse um periférico do PC - um mouse de adolescente. cheio de purpurina
Se fosse um doce - maçã do amor
Se fosse um programa de tv - novela mexicana
Se fosse um cômodo da casa - na sala com Patrícia
Se fosse um instrumento - chocalho
Se fosse um objeto - globo espelhado de buáti
Se fosse uma árvore - palmeira imperial
Se fosse uma fruta - jaca, tô sempre com o pé enfiado em uma...
Se fosse uma paisagem - um campo florido
Se fosse um bicho - tigreza
Se fosse um lugar - xanadú
Se fosse uma estação do ano - inverno
Se fosse uma frase feita - sem stress, só strass!
Se fosse uma peça de roupa - um longo
Se fosse um elemento da natureza - ventania
Se fosse um objeto motorizado - cadillac
Se fosse um aparelho eletrônico - mac
Se fosse uma pessoa da sua família - eu
Se fosse um sentimento - paixão
Se fosse um perfume - chanel 5
Se fosse um livro - que ser livros?
Se fosse uma conquista - insana
sanidade mental
Se fosse uma parte do corpo - peeeernas
Se fosse uma pedra - Diamante !!!!!!!!!!!!!!
Se fosse uma dúvida - nossa, eu fiz isso?
Se fosse uma marca - chanel
Se fosse um eletrodoméstico - liquidificador
Se fosse um jogo - amarelinha

::Patty. Patty.Patty.Patoca::




Se eu fosse (devidamente copiado do Uh Baby, que copiou seiládonde)
Se fosse uma flor - Margarida
Se fosse um brinquedo - Playmobil
Se fosse um mês - Maio
Se fosse uma brincadeira ? Gato mia
Se fosse uma música ? Ain?t no mountain high enough
Se fosse uma nota musical - Fá
Se fosse uma cor - Verde
Se fosse um filme ? O que terá acontecido a Baby Jane
Se fosse um feriado - Carnaval
Se fosse uma comida ? Batata duquesa
Se fosse uma bebida - Champanhe
Se fosse um disco ? Breakfast in America
Se fosse uma maquiagem - Rímel
Se fosse um dia da semana - Domingo
Se fosse um periférico do PC - Web Cam
Se fosse um doce - Brigadeiro
Se fosse um programa de tv ? What wear and not to wear
Se fosse um cômodo da casa - Quarto
Se fosse um instrumento - Violino
Se fosse um objeto - Cama
Se fosse uma árvore ? Figueira
Se fosse uma fruta - Morango
Se fosse uma paisagem ? Uma montanha
Se fosse um bicho - Vaca
Se fosse um lugar - Paris
Se fosse uma estação do ano - Outono
Se fosse uma frase feita ? Pra trás só pra dar impulso
Se fosse uma peça de roupa - Vestido
Se fosse um elemento da natureza - Terra
Se fosse um objeto motorizado - Carro
Se fosse um aparelho eletrônico - DVD
Se fosse uma pessoa da sua família ? Minha bisa
Se fosse um sentimento - Amor
Se fosse um perfume ? Lavanda Johnsons
Se fosse um livro ? A Menina Morta
Se fosse uma conquista ? Mais horas trepando ininterruptamente
Se fosse uma parte do corpo - Boca
Se fosse uma pedra - Diamante
Se fosse uma dúvida ? Eu já tomei minha pílula?
Se fosse uma marca - MGM
Se fosse um eletrodoméstico - Batedeira
Se fosse um jogo - Gamão

...Flá




então já é sexta feira de novo? eu viajei para conservatória, o menino amou a fazenda, os trabalhadores do hotel amaram o menino, meu amor me ama, o sol é quente na serra, a ducha é fria e forte, a comida deliciosa, quando vejo estou de volta, reuniões, telefonemas, emails chatos, festa boa, excesso de bebida, desmaio, ser carregada, não saber de nada, quebrar o telefone e perder os brincos, a dignidade já se foi há tempos, e mais trabalho, e mais emails, e notícia boa, e duas festas e meu deus, já é sexta feira de novo.

::Ângela F.::




quinta-feira, novembro 17, 2005

Mais triste que a morte é o choro doído de quem fica.
Ouvir o choro doído de alguém que tá ali percebendo que foi-se o corpo e agora só resta alma, me faz reviver as minhas próprias dores...
Mesmo depois de tantos anos.
"Minha esposa faleceu" me contou o vizinho ontem.
E eu revivi tudo de novo.
Eu vi nos olhos dele os mesmos olhos da menina que foi levada pelo furacão e que demorou muito para encontrar seu chão e seu rumo.
Para ele eu diria:
Você vai ver, meu caro!
Quando todos forem embora, você vai ver.
Sua vida vai perder um bocado de cor
Mas você vai tentar sobreviver.
Você vai andar pelas ruas faltando pedaço. Você vai odiar Deus pra depois só lhe restar esta única alternativa...Deus.
Todos os dias o furacão virá te fazer companhia.
Uns dias ele terá o nome de saudade.
Noutros desespero.
Noutros....cansaço, agonia.
É aí como é que faz? Não estamos preparados para esse tanto de adeus...
::Patty::




quarta-feira, novembro 16, 2005

eeei, saca só

OVERMUNDO!!!

::Ângela F.::




sexta-feira, novembro 11, 2005


* Tá bom gente!
Eu sei que aquela propaganda do Lux luxo para divas é a minha cara!
Mas ser diva é sinônimo de infinitos problemas :

- No meu orkut só tem "screpe" de gays, drag queens e travecos. (que eu amo, mas bofim que é bão...)
- Os homens correm quilômetros de mulheres que adoram ser o centro das atenções nos eventos. Todo mundo sabe que isso não quer dizer que viro uma desorientada e bagaceira...mas eles não suportam alguém que arrasa no Vogue. Moooorrem de vergonha.
- Você tem que aparecer sempre montada, arrasante, cabelo arrumado e maquiada. Até se for fazer sacolão no baixo centro.
- Todo mundo espera que você faça uma performance. Mesmo que esteja no velório da avó. Mesmo que esteja a fim de ficar num canto, muda e estática.
- Se você tá num dia ruim, socorro! O povo acha que cê tá com alguma doença terminal.
- Você atrai a inveja de uma centena de mulheres e gays beges. E elas ficam te azucrinando na internet, sempre com perfis falsos.
- Você sai e tem sempre algum mala querendo passar a mão.
Pois é minha gentein. Bom mesmo é ser hippie e tomar banho com sabão em barra...

::Patty::




quinta-feira, novembro 10, 2005

Eu preciso morar no Japão!
Eu quero ser que nem as japoneusas!








* Esse post é uma homegagem à poderosa C.F., que cismou que ia pra Tokio num dia e no outro tava lá...e agora fica esfregando as fotas arraso na nossa cara. Nhé!

::Patty::




o único dj doutor do mundo anda tirando onda. de der dj. E de ser doutor.

::Ângela F.::




quarta-feira, novembro 09, 2005

Então vc vai na festa. se deixa fotografar com o zé do caixao e com o dj marlboro, que pô, quando de novo na vida?
o ministro dá canja, o mundo livre te mata de dançar, papeia com seu amigo de 10 anos atrás, com os dois novos que vc acabou de conhecer, mas que já são de infância, vc toma um copo de cerveja e chega no dia seguinte e fica sabendo que todo mundo na festa se acabou de beber. hein?
pô.


::Ângela F.::




"Agora, você e aquele moço é uma coisa bíblica, tipo ele é um Lázaro, que
você, que é tão cheia de vida, e cores, e alegria e humor, há de retirar do
reino dos mortos
..."


Tá bom amigo querido. Concordo demais! Mas que o mala sem alça vá caçar o Santo Prozac e o médico de cabeça que eu não tô podendo fazer caridade, tá?? Ahahahahhahaha! Alguêm nesse blog me faz uma reza pois é só exu que me aparece, aff! : ))

::Patty::




e aí passam os dias. dia após dia. e um dia vc acorda de cabelo
branco, com filho grande, tomando decisões de estado. nao, nao eh
assim, de repente, vc cresce e tal. nao, nao e nao. nao, vc
simplesmente nao sente. nao eh como se arrumar pruma festa, ou quando vc
sente que esta fazendo algo, ou quando viaja pela primeira vez ao
exterior, ou quando nasce seu primeiro filho. que pá, vc sente o
tranco, não e assim nao, é dia apos dia, pedacinho por pedacinho vc
vai embora. vc não sente dores.
vc quer voltar a ter a cara de 20 anos. mas agora nao da mais. ja era,
perdeu como perdemos umas coisas atras da estante. vc quer
parar o tempo. eu quero parar o tempo. deixar tudo em volta parado
para pensar no dia de amanha, nas nao da. o dia chega, sem dó nem
piedade com vc, com sua cara, nao da tempo de vc curar duvidas ou
neuroses. a vida grita lá fora e aqui. e vc ta na mesma sala do
presidente da republica e vc tenta refazer os passos que te trouxeram
para ca e vc so lembra que esta longe do seu filho e do seu amor. e
da sua casa, e dos seus livros. eu quero aprender a cantar, quero
publicar um livro, quero mudar o mundo, quero ler todos os livros do
mundo, quero mais filhos mas da tempo de que? de despachar processos,
escrever projetos, mas nao posso me programar, os dois telefones
tocam, o email chega, a conta vence e cade o tempo de viver? entao
viver eh isso e ninguem me contou? como assim? isso eh coisa que se
faça? eu tentei ter tedio, nunca consegui, tentei dias faceis.
penso em fuga, minha obsessao favorita. quero fugir
fesse lugar, beibe. eu sou eminencia parda. se bem que branca, branquissima,
nunca me achei tao branca. eu cresci. eu correspondi ao desejo do
nelson rodrigues. eu fiz o que os jovens deveriam fazer. envelheci. e
sim, sábia estou. ei, estou?

::Ângela F.::




segunda-feira, novembro 07, 2005

Bem, como sempre, eu ameeeei ser citada pelo meu amado idolatrado salve salve serjones. Mas... Imaculado é sacanagem.
desde quando quarto meu é imaculado?
ieuem.

::Ângela F.::




Vc começa por lutar por justiça e acaba por organizar uma polícia.

::Ângela F., aprés Camus, M.G. e Flá::




domingo, novembro 06, 2005

uma hora
você é a mulher mais engraçada, a mulher mais divertida, o centro das atenções. ele te adora e te olha e te enche de todos os mimos...
poucos dias depois você é uma simples coadjuvante
um amigo a mais na mesa
uma figura engraçadinha que tá ali pra distrair as pessoas
enquanto ele enche de agrados a eterna mulher oficial...e ri, e ri de tudo que você fala e faz, mas um riso meio forçado e canastrão. um duplo riso de casal "bem resolvido".
você ali naquele circo, que nem a Barbie pateta que vem com nariz de palhaça.
você ali, sozinha de companhia, como se não merecesse aquele alguém pra descançar a cabeça no ombro. como se ele fosse coisa demais pro seu caminhãozinho.
definitivamente não nasci para triângulos amorosos mudernos...
vão se fudê! minha vó é que tá certa...

::"a mineira" pois não quero escrever meu nome::




quinta-feira, novembro 03, 2005

Uma crítica diz que eu sou jovem demais (rarararararararara), que ora grito e ora sou monocórdia, e que não consigo alcançar a dimensão do texto.
Outra crítica diz que eu consigo valorizar de forma tocante todas as contradições e anseios da minha personagem, e que apresento a melhor performance de minha carreira.
Fazê o quê, né?

...Flá




feriado triste na cidade mais triste do brasil, acordo de ressaca e chove lá fora e aqui. meu amor não me atende. almoço na casa dos amigos. macarrão bom, pão bom, uma lata de skol pra rebater a ressaca que cai até bem. alguns sorrisos. risos, só na véspera. pegamos dvd, filme bobo, comédia romântica sobre encontros amorosos. quatro pessoas solitárias na sala tentam fazer companhia uma a outra, tentam repor no coração do outro ausências que eles sabem que não podem repor. mas vale a intenção, anyway. compro sorvete gostoso, tomamos uma tacinha. um cd de música animada é colocado. esboçamos uns passinhos. o meu telefone toca, trabalho. e sério. o filho de uma das quatro pessoas, da idade do meu chega. faz birra. a saudade do meu menino dói como uma topada no dedo mindinho. seguro o choro, talvez pela décima vez no dia. não consigo falar de novo com o meu amor. não olho mais para o menino. penso, com certeza física que se eu conseguir sobreviver a este dia, eu me tornarei a pessoa mais forte do universo. tento dormir. troco palavras de amor com o meu amor. bem, tente definir sobreviver. tô aqui, no dia seguinte, viva. escrevendo textos com lágrimas caindo no teclado.

::Ângela F.::




eu não agüento mais.

::Ângela F.::




quarta-feira, novembro 02, 2005



Prefiro lembrar dela assim. Melhor do que olhar pra uma graminha verde e ficar rezando no meio de um monte de gente com cara chata e triste...

::Patty::




A menina de 10 anos cresceu. Tem agora 11 e mudou. Mudou de um jeito impressionante de se acompanhar. Ela tem peito, pelo, bunda e cintura. Vai ao cinema sozinha e atravessa as ruas cheia de segurança. As amigas já beijaram mas ela não. Só um selinho numa salada mista. Mas ela dá toco nos pobres rapazinhos que tentam incessantemente dobrar aquele coraçãozinho cheio de auto estima. Ela sabe que é bonita mas isso não faz muita diferença. Ela é muito bacana. Ela quer ser a Avril. Ela ama a Avril mais do que a própria mãe, confessou um dia. Do pai ganhou uma guitarra preta e branca. Igual a da Avril. A menina de 11 anos gosta de rock e acha Madonna patética. Ela assiste People and Arts e MTV e navega pela uébi todas as tardes. O MSN é o seu lugar. A garota é popular. Cheia de amigos. Ela já se revolta com a opressão e odeia o professor de história. Passa hooooooras no telefone e lembra muito aquela adolescente que sua mãe foi um dia. A menina de 11 anos anda muito feliz. Ela acha graça de tudo. Tudo aquilo que já existia à sua frente, que ela havia descoberto ali na infância, agora longínqua, parece adquirir outras cores, outros significados. Ela entende que agora, a vez é dela. Ela cresceu e o mundo está ali: de braços abertos. E ela está preparada. Muito bem preparada.

...Flá






.fundamental eh mesmo o amor.

.cerveja eh bom, amigo eh bom, carona eh otimo, gargalhadas, muitas gargalhadas melhor ainda, um dois e bom, carinho eh delicia, elogio tudo nessa vida, comida arabe noooossa, mas a ressaca mata, viu? ai.

.eh impossivel ser feliz sozinho.


::Angela F::




terça-feira, novembro 01, 2005

Vc percebe que tá pobrinha mesmo quando a única coisa gostosinha pra vc colocar na sua água para acompanhar seu miojito é um cebion lima limão.

Deus do céu. Assaltaram os capuchinhos? Os freis?! Fecharam a Rocinha de novo? Assaltaram uma catedral? Pô, eu quero voltar pro Rio, mas assim eu até desanimo.

::Ângela F., querendo e muito volta para a Bahiae de lá nunca mais sair::